Notícias Notícias

Voltar

TRT/MS pretende economizar cerca de 280 mil folhas sulfite este ano

Você sabia que uma folha de papel leva de 3 a 6 meses para se decompor na natureza? E mesmo que o destino seja a reciclagem, o custo para tornar o papel reutilizável é mais caro que fabricar um novo. O ideal é utilizar esse material de forma consciente, gerando economia de recursos, ajudando a preservar o meio ambiente e reduzindo a quantidade de resíduos gerada diariamente. A estimativa é de que cada brasileiro produza mais de 1 quilo de lixo todos os dias.

Pensando nisso, o TRT da 24ª Região
publicou o Plano de Logística Sustentável em setembro de 2018, que estabelece uma série de medidas para diminuir a utilização de insumos e materiais de consumo. Uma das metas para 2019 é reduzir o uso de papel em 20%, o que equivale a 284 mil folhas de A4 ou uma economia de quase R$ 9 mil aos cofres públicos.

Para este ano, entre as medidas que serão adotadas para economizar papel estão o
controle da utilização pelas unidades de trabalho, estabelecimento de cotas de fornecimento e a realização de campanhas de conscientização. Além disso, você pode dar preferência ao uso de mensagens eletrônicas (e-mail) na comunicação, evitar a impressão de documentos, reaproveitar as folhas impressas de um lado para nova impressão ou confecção de blocos de rascunho. Ah, e sempre que possível, imprima em fonte econômica (eco fonte) e frente e verso.

No ano passado, todas as unidades do Tribunal consumiram 2.843 resmas de papel, uma diminuição de 8% em relação a 2017. A redução é bem-vinda, mas ficou abaixo da meta de economia estabelecida para 2018, que era de 10%. O A4 é um dos principais insumos utilizados nas atividades do Poder Judiciário, uma vez que é utilizado na impressão de documentos e dos autos dos processos, judiciais e administrativos, e, por esta razão, seu consumo merece atenção e destaque. Acompanhe no gráfico abaixo a redução do consumo nos últimos anos: