Notícias Notícias

Centro de Hemodiálise equipado com recursos trabalhistas já está funcionando em Bataguassu

"O meu sofrimento finalmente vai diminuir. Não tenho palavras para descrever o meu sentimento de gratidão". O relato emocionado é da paciente Valdenice Saldanha da Silva Santos, de 51 anos, durante a inauguração do Centro de Hemodiálise "Dolores Sanches Dias" inaugurado na última sexta-feira, dia 24 de julho, em Bataguassu.

Há 17 anos, Valdenice realiza sessões de hemodiálise três vezes por semana. Até então, o tratamento era realizado na cidade de Presidente Prudente (SP). "Saía de casa cedinho e só voltava a tarde. As viagens eram desgastantes. Agora isso vai mudar", acrescenta.

Os atendimentos no Centro de Hemodiálise serão voltados para pacientes de Bataguassu e região (municípios de Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Anaurilândia e Nova Andradina). São 10 cadeiras com capacidade para atender até 60 pessoas que precisam do tratamento.  

Nove pacientes de Bataguassu já começaram a ser dialisados na semana passada, na nova unidade de saúde. No dia 3 de agosto, por sua vez, está previsto o início dos atendimentos dos pacientes de demais localidades.

Para a construção do prédio público, foram investidos R$ 776.598,06 mil provenientes de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, a Companhia Energética de São Paulo (CESP) e a Prefeitura de Bataguassu. As máquinas de hemodiálise e o sistema completo de tratamento de água por osmose reserva utilizada para o atendimento foram adquiridas através de parceria com a Vara do Trabalho, que destinou mais de R$ 1 milhão para tal finalidade.

O espaço conta com ar condicionado e televisores para garantir o conforto dos pacientes durante as quatro horas de tratamento. 

Inauguração

Durante a inauguração, a secretária municipal de Saúde, Maria Angélica Benetasso destacou a importância das parcerias para que o sonho da hemodiálise se concretizasse. 

"Não conseguiríamos fazer nada sozinhos. Hoje Bataguassu pode contribuir com o atendimento regionalizado de saúde não só com a oferta dos serviços do Centro de Hemodiálise, que vai atender pacientes de Brasilândia, Santa Rita do Pardo, Anaurilândia, Nova Andradina e de quem mais precisar, mas também com o serviço de tomografia, oferta de cirurgias eletivas e agora com a estruturação de leitos de UTI. Bataguassu poderá contribuir com toda a região", disse ela.

O juiz do trabalho Antônio Arraes Branco Avelino mencionou que a inauguração do Centro de Hemodiálise trata-se de um ato heroico construído para lutar em defesa da vida. "É uma obra importante para toda a sociedade de Bataguassu e região. Todas as destinações de recursos até agora encaminhadas ao município foram muito bem aplicadas. Vale destacar que essa destinação é amparada pela legislação e entendemos a importância de reverter esses recursos para a população do município em que houve algum descumprimento de lei por parte das empresas", explicou.

 

Presente no ato, o secretário de Estado de Saúde Geraldo Resende reforçou que o Estado de Mato Grosso do Sul quer ser referência no que se refere ao serviço de hemodiálise. "Entregamos recentemente uma obra desse porte em Três Lagoas e temos a responsabilidade de fazer avançar o serviço de hemodiálise em Mato Grosso do Sul. Eu fico emocionado quando vejo ações como essas que irá apoiar pacientes que possuem uma doença grave, e que passam por sessões de hemodiálise, 3 vezes por semana, em uma máquina por 4 horas em cada sessão".

O prefeito de Bataguassu, Pedro Arlei Caravina comemorou a entrega da obra e salientou que o serviço de hemodiálise resgata a dignidade e diminui o sofrimento dos pacientes, livrando-os também dos perigos do deslocamento pelas estradas. Caravina frisou ainda que Bataguassu avançou e muito na área da saúde e que atualmente disponibiliza de forma gratuita a população tomografia computadorizada, Clínica da Mulher, serviço de raio x digital e caminhar agora para ressonância magnética, que ainda é um serviço terceirizado. "O objetivo é promover saúde pública de qualidade para nossa população", finalizou.

Homenagem

O Centro de Hemodiálise "Dolores Sanches Dias" ganhou o nome de uma paciente de Bataguassu que morreu em um acidente de trânsito ao voltar de um procedimento de hemodiálise no município de Três Lagoas. O acidente aconteceu no dia 28 de junho de 2019, na MS-395, quando o veículo da Prefeitura de Bataguassu, que transportava quatro pessoas, sendo duas pacientes de hemodiálise e duas acompanhantes, filhas das pacientes, bateu na traseira de um caminhão. As quatro mulheres morreram no local e os motoristas sobreviveram.

Durante a solenidade, os filhos da homenageada - Bruno e Rosângela - estiveram presentes e receberam uma placa de homenagem. Na oportunidade, o juiz da Vara do Trabalho de Bataguassu, Antônio Arraes Branco Avelino também foi homenageado.

Fonte: Prefeitura de Bataguassu